Adidas tem um smartwatch para quem corre


A Adidas também já entrou na onda dos smartwatches. O miCoach Smart Run tem um colorido ecrã touch e um monitor cardíaco incorporado que estuda a pulsação do utilizador para lhe dar programas de treino adequados.

Os produtos tecnológicos que “se vestem” (ou wearbles) são uma das principais tendências do mercado actual. Veja-se o caso do Google Glass, uns óculos computadorizados que estão a suscitar muita curiosidade entre a opinião pública e que deverão ser postos à venda em 2014; e do Galaxy Gear, um smartwatch da Samsung que funciona como auxiliar dos smartphones da marca, permitindo atender chamadas, tirar fotografias ou consultar notificações directamente no pulso.

Mas esta coisa do “vestir tecnologia” está a ser especialmente aproveitada pelas empresas ligadas a actividade física. A Nike tem uma pulseira, a FuelBand, que apareceu em 2012 num design simples e elegante. De plástico e de várias cores, este produto monitoriza a actividade física de quem a utiliza, funcionando em conjunto com uma app mobile.

A FuelBand foi desde o dia 0 um sucesso de vendas, permitindo a qualquer pessoa, atleta profissional ou não, exercitar melhor e mais eficientemente. A Nike apresentou esta semana uma nova FuelBand, igual à anterior, mas com resistência à água acrescida.

A Adidas entrou ontem na corrida, apresentando em São Francisco um smartwatch. O miCoach Smart Run é uma espécie de FuelBand, mas na forma de relógio de pulso. Faz mais ou menos o mesmo o que a FuelBand: ajuda as pessoas a criarem programas de treino que melhorem a sua aptidão física. Foi desenhado para recolher todos os indicadores de corrida, como a velocidade ou o tempo desta. O Smart Run monitoriza ainda a frequência cardíaca (algo que a FuelBand não faz).

Para além de GPS (para melhor precisão das medições), o smartwatch da Adidas suporta Bluetooth. Assim, com uns headphones que também tenham Bluetooth, o corredor pode não só ouvir a música que guardou no armazenamento flash do relógio, como também seguir as indicações que este dá sobre a sua actividade física (o ecrã de 1,45 polegadas auxilia com gráficos animados).

O miCoach Smart Run não precisa de estar ligado a um smartphone para funcionar, tal como a FuelBand, mas ao contrário desta não permite partilhar os treinos com os amigos (a Nike tem uma rede social, o Nike+, que integra com o Facebook e o Twitter, e que serve para este mesmo efeito).

Segundo o VP da Adidas, “Não estamos a tentar criar o melhor smartwatch, mas sim o relógio de corrida mais inteligente.” O preço deste novo aparelho ronda os 399 dólares. Por comparação, a FuelBand da Nike custa 149 dólares, mas não tem os sensores do miCoach Smart Run, nem tão pouco permite ouvir música via Bluetooth.