PT inaugura Data Centre na Covilhã


Foi inaugurado esta manhã, na Covilhã, o primeiro dos quatro blocos do Data Centre PT, que, segundo a Portugal Telecom, pretende ser um dos maiores, mais eficientes e ecológicos data centres do Mundo. O complexo, desenhado pelo arquitecto Carrilho da Graça, tem em vista o mercado global.

O Data Centre PT, que ocupa uma área total de 75.500 metros quadrados, é modular, composto por quatro blocos e tem capacidade de até 12.000 metros quadrados de espaço de IT. O primeiro bloco, inaugurado hoje, tem seis salas com 520 metros quadrados e um PUE (Power Usage Effectiveness) de 1,25. Este centro de dados da Portugal Telecom posiciona Portugal a nível mundial na capacidade de alojamento e gestão de infraestruturas TI (Tecnologias da Informação) e Cloud Computing, de forma inovadora, mas, acima de tudo, eficiente.

A PT solicitou a certificação LEED Platinum para os edifícios de serviços de apoio e LEED Gold para o bloco do Data Centre. Este PUE sólido, face a um PUE médio da indústria de 1,88, permitirá uma maior sustentabilidade e competitividade. O cenário ambiental único do Data Centre permite o uso do sistema de free cooling durante 99% do ano. A utilização de tecnologia e infraestrutura de alta segurança, projetada para assegurar uma disponibilidade anual de 99,98%, permitiu a obtenção da certificação Tier III pelo Uptime Institute.

Este investimento, de 90 milhões de euros na primeira e segunda fases, vai criar 1.400 postos de trabalho, diretos e indiretos. Com esta inauguração, a capacidade de rede do Data Centre, composta por oito data centres, vai aumentar de 14 mil para 26 mil.

“O Data Center que inauguramos hoje assinala um marco na transformação da PT num operador global. Apesar do contexto pouco favorável ao desenvolvimento do setor na UE, a PT organizou um ciclo de fortes investimentos em infraestruturas mas também em sistemas e processos, com o objetivo de melhor servir os seus clientes em Portugal e por todo o mundo”, disse Henrique Granadeiro, presidente executivo da Portugal Telecom, logo na abertura da sessão.

“A crescente importância da tecnologia exige ainda mais de nós enquanto empresa. Foi por isso que a PT decidiu investir numa infraestrutura que lhe permite estar na vanguarda dos serviços cloud. É um passo fundamental para a economia nacional e aumenta a competitividade das nossas empresas. O Data Center é importante, mas mais importante é aquilo que ele vem proporcionar”, acrescentou.

“50 % do nosso negócio hoje em dia assenta em dados. Não somos só uma empresa de telecomunicações, mas também de entretenimento, que vende televisão. Apostámos na fibra, na cobertura de 4G e este é um processo de investimento tecnológico que termina com o Data Center. E a tecnologia tem de estar no centro de tudo o que as empresas fazem”, explicou Zeinal Bava.

Perante um tsunami de dados, a PT tem agora todos os meios tecnológicos para responder àquilo que os clientes hoje em dia procuram: cobertura, velocidade, fiabilidade e segurança. E não tem dúvidas em relação às vantagens que as soluções cloud podem proporcionar. “O desafio já não está no software e no hardware. Agora tudo depende do que conseguimos fazer com eles.”

MEO Cloud abre ao público

O Cloud PT foi hoje aberto estar aberto a todas as pessoas que o queiram usar sem necessidade de um convite prévio e tem um novo nome: MEO Cloud. O serviço pessoal de cloud da Portugal Telecom oferece 16 GB de armazenamento na nuvem e ainda apps para iOS, Android, Windows e OS X.

O anúncio foi feito durante a inauguração do Data Center da PT na Covilhã. “Tenho a certeza que, estando associado à marca MEO e sem a necessidade de convite, a utilização vai disparar. Por isso, precisávamos de um período mais restrito para termos a certeza que conseguíamos responder às exigências dos clientes antes de fazermos esta mudança”, disse Zeinal Bava.

O MEO Cloud concorre com serviços como a Dropbox ou o Google Drive.