O novo Nexus 7 tem um ecrã brutal


A Google revelou ontem, juntamente com o Android 4.3 Jelly Bean e com o Chromecast, o novo Nexus 7. É mais fino, mais leve e mais rápido que o seu antecessor, e tem um ecrã extraordinário: uma resolução recorde de 1920 por 1200 pixels (ou seja, 323 ppi).

O novo Nexus 7 tem um ecrã de fazer inveja aos restantes tablets de 7 polegadas, como o iPad mini: uma resolução de 1920×1200, o que equivale a mais de 2,3 milhões de pixels na palma da nossa mão; trata-se de uma densidade de pixels de 323 dpi. “You can read text that’s sharper than the printed page, see images more vivid than the highest quality photo magazine, and watch videos that come to life in vibrant 1080p HD”, refere a Google.

O novo Nexus 7 pode ser ligeiramente mais alto que o anterior, mas é menos largo e menos estreito, e também menos pesado (pesa apenas 290 gramas).

Por dentro, tem um potente processador quad-core 1.5GHz Qualcomm Snapdragon™ S4 Pro, 2 GB de RAM, gráficos suaves e dinâmimos Adreno 320 e uma bateria que dura até 9 horas de vídeo HD ou 10 horas de navegação na web. O Nexus 7 tem ainda colunas stereo e virtual surround sound, oferecendo uma experiência rica, críspida e imersiva ao nível do audio.

Quanto a software, o Nexus 7 corre Android 4.3 Jelly Bean, que é muito semelhante quer em design quer em funcionalidades ao 4.2. O novo OS mobile da Google introduz, no entanto, uma série de novidades para programadores de jogos, por exemplo.

O Nexus 7, que resulta de uma parceria entre a Google e a Asus, estará disponível em dois modelos: 16 GB, por 229 dólares (cerca de 30 dólares mais caro que o seu antecessor), ou 32 GB, por 269 dólares. Existe ainda uma versão de 4G LTE e 32 GB por 349 dólares.

Para já, ainda só EUA. Chegará aos restantes países em breve, refere a Google.