Publicidade que começa na TV e continua no Twitter


A forma como vemos televisão mudou radicalmente. Deixou de ser um acto passivo, silencioso e solitário para se tornar em algo dinâmico e social. Agora comentamos online, e em tempo real, aquilo que passa na televisão e estamos temos, para tal, ao nosso lado um segundo ecrã, seja ele o computador, o tablet ou o smartphone. Novos comportamentos exigem novas formas de anunciar. O Twitter tem estado atento a estas tendências e apresentou algumas novidades para as marcas.

Só no ano passado, 32 milhões de pessoas nos EUA tweetaram sobre aquilo que estavam a ver na TV: para termos uma noção, o Super Bowl somou 24 milhões de tweets, e o American Idol foi mencionado em 5,8 mil milhões de tweets. As pessoas estão a tweetar tanto sobre televisão que o Twitter se está a tornar um factor fundamental na medição das audiências. No final do ano passado, a empresa de medições Nielsen criou o “Twitter TV rating”, a pedido das estações, para medir a interacção dos telespectadores com esta plataforma.

Falaremos da relação entre o Twitter e a TV mais a fundo num próximo post. Por agora, foquemos-nos em como essa afinidade pode ser potenciada em prol das marcas. Falamos, claro, da publicidade.

Agora uma marca pode mostrar publicidade no Twitter a quem estiver a ver um determinado programa na televisão ou a quem viu o anúncio dessa mesma marca na televisão. No fundo, é possível segmentar os anúncios do Twitter de forma atingir só as pessoas que pressumivelmente viram um determinado anúncio na televisão. As campanhas sincronizadas de televisão e Twitter tornam as mensagens das marcas mais envolventes, interactivas e mensuráveis, funcionando o Twitter como um complemento e um amplificador da televisão.

O Twitter detecta automaticamente quando e onde é que determinado anúncio da marca passou na TV e dá ao anunciante essa informação. Se esse anúncio for para o ar no intervalo de um programa, o Twitter sabe ainda quantas pessoas estão a tweetar sobre esse programa.

Uma outra novidade chama-se Twitter Amplify e permite aos canais de televisão darem aos seus seguidores no Twitter conteúdo interessante e relevante temporalmente, em formato de vídeo (por exemplo, a repetição de uma jogada numa partida desportiva que esteja a passar na televisão).

Por agora, estas novidades estão disponíveis apenas nos EUA para alguns parceiros.

O Twitter oferece às marcas a melhor ponte entre TV, digital e mobile. 64% dos utilizadores mobile do Twitter usam-no quando estão em frente da televisão em casa. O Twitter permite às marcas continuar as conversas que elas começam com os seus consumidores na TV, ligando a notoriedade que elas ganham nesta com a interactividade e o envolvimento do DNA do Twitter.