World Wide Web: tudo começou há 20 anos


Já lá vão 20 anos. Foi exactamente a 30 de Abril de 1993 que o CERN abriu ao Mundo, de forma livre e gratuita, a World Wide Web, ou, simplesmente, Web, uma tecnologia inventada por Berners-Lee uns anos antes, em 1989.

Em Março de 1989, o britânico Tim Berners-Lee, hoje Sir Berners-Lee e conhecido como o inventor da Web, entregou ao seu superior uma proposta para gestão de informação que traçava as bases do que viria a ser a Web: documentos, ligados por hipertexto, que poderiam ser acedidos através de uma rede de computadores, como a Internet, que na altura era usada sobretudo no meio académico. De facto, a Web foi inicialmente concebida e desenvolvida para que os físicos que trabalhavam nas universidades e nos institutos no mundo inteiro pudessem trocar informações.

No Natal de 1990, Berners-Lee concretizou a proposta de Tim Berners-Lee e concluiu o primeiro servidor, browser e páginas Web, usando um computador NeXT, criado pela empresa fundada por Steve Jobs, que deixara a Apple há poucos anos.

A 30 de Abril de 1993, o CERN tornou a World Wide Web (também conhecida como WWW, W3, Web ou Rede) pública, colocando-a livre e gratuitamente nas mãos de qualquer pessoa. Uma outra opção teria sido, por exemplo, patentear a WWW e cobrar pelo seu uso.

www_cern_abertura1 www_cern_abertura2

Foi a 30 de Abril de 1993 que a aventura começou. Sem a Web, hoje não teriamos o Mundo com redes sociais, streaming de música ou pornografia, por exemplo.

“CERN’s decision to make the Web foundations and protocols available on a royalty free basis, and without additional impediments, was crucial to the Web’s existence. Without this commitment, the enormous individual and corporate investment in Web technology simply would never have happened, and we wouldn’t have the Web today.” (Tim Berners-Lee, Director, WWW Consortium)

Para comemorar esta data histórica, o CERN, laboratório europeu de investigação nuclear, colocou online, no endereço URL original, o primeiro website do Mundo. Designado “World Wide Web”, o website ficou alojado no computador NeXT de Berners-Lee. Descrevia as principais características da Web, o modo de aceder aos documentos de outras pessoas e como configurar o próprio servidor. O website estava disponível nos servidores W3C há já algum tempo, mas foi colocado agora na sua localização original: http://info.cern.ch/hypertext/WWW/TheProject.html. A versão disponibilizada data de 1992, mas o CERN espera encontrar as versões anteriores do website. O CERN sabe que existe algures um disco no qual se encontra uma cópia de 1990.

 

Na altura, existiam outros sistemas de busca documental que utilizavam a Internet, como o WAIS e o Gopher, mas a simplicidade da Rede e o facto de a sua tecnologia ser acessível gratuitamente permitiram que a ferramenta fosse adoptada pela sociedade e desenvolvida rapidamente.

“There is no sector of society that has not been transformed by the invention, in a physics laboratory, of the web. From research to business and education, the web has been reshaping the way we communicate, work, innovate and live. The web is a powerful example of the way that basic research benefits humankind.” (Rolf Heuer, o CERN Director-General)