Google Keep: notas e lembretes


A Google anunciou esta quarta-feira o Google Keep, um serviço, integrado no Google Drive, de notas e lembretes. É uma espécie de “Evernote da Google”, mas mais básico e minimalista. Está disponível na web e no Android 4.0 ou superior.

Havia uma lacuna na Google e, em especial, no Android: uma app para notas e lembretes. Tenho usado o Evernote, que até aqui considerava o melhor serviço anotação, estatuto que perdeu com o Google Keep. O Evernote pode não ser o melhor já, mas permanece como o mais complexo. Mas já lá vamos.

A Google já teve um serviço de notas. Chamava-se Google Notebook. Desapareceu em 2011, sem nunca ter tido uma versão mobile. Quanto a lembretes, existe, integrado no Gmail, o Google Taks. Este serviço para além de nunca ter chegado ao mobile, nunca ganhou expressão fora do Gmail. Até quando a Google manterá o Taks aberto?

O Google Keep, que aparece um pouco fora de tempo, é incrivelmente básico. E ao mesmo tempo bonito. Funciona na web, em drive.google.com/keep, e suporta notas de texto, notas com imagens (incluindo GIFs) e listas. O conteúdo pode ser disposto listado, isto é, numa coluna única por ordem cronológica, ou em caixas rectangulares, dispostas umas ao lado das outras. É possível atribuir cores às notas, arquivá-las, apagá-las e, tal como todos os produtos Google, pesquisar. O Google Keep não faz mais do que isto. Eu não disse que ele era muito simples e rudimentar?

googlekeep_desktop_1

googlekeep_desktop_2

googlekeep_desktop_3

Está disponível unicamente para Android 4.0 ou superior a app Google Keep. Faz tudo o que em cima mencionado com uma mais-valia: voz. Basta tocar no microfone, falar e o Google Keep, reconhecendo o dito, escreve-o numa nota. A app é muito intuitiva, rápida e, acima de tudo, bonita pelo seu minimalismo.

googlekeep_1 googlekeep_2

googlekeep_3 googlekeep_4

googlekeep_5 googlekeep_6

No Android 4.2 Jelly Bean, é possível ter o Google Keep no lock screen. Significa isso que as notas que já publicadas aparecem de imediato sem que seja preciso desbloquear o telefone, existindo ainda atalhos para a escrita das notas.

googlekeep_7

O Google Keep ainda parece estar muito no início. A Google certamente que apostará nesta ferramenta, tornando-a fundamental através da sua integração com os serviços já existentes. Por que não ser possível converter notas em documentos editáveis no Drive? Ou dar para enviar notas através do Gmail, convertendo-as em e-mails? E se desse para transformar o “ir almoçar com a Mariana na quarta-feira” num evento do Calendar? E imagine-se que anoto uma morada no Keep; que tal o Maps reconhecer essa morada?