MEO… é outra música


Depois de apresentar em Janeiro uma nova identidade e um novo posicionamento, o MEO associou-se, ontem, de forma pioneira à indústria musical, apresentando uma estratégia ancorada em diversos pilares: os festivais MEO Sudoeste, MEO Marés Vivas e MEO Out Jazz, a Rádio MEO Sudoeste, as MEO Spot Summer Sessions e o serviço de streaming de música Musicbox.

Alavancada no background da Portugal Telecom na área da música, acaba de nascer uma nova estratégia em Portugal que assinala o arranque de uma aliança pioneira entre a indústria musical e o MEO, líder em recordação espontânea no país e a primeira marca portuguesa verdadeiramente convergente. Com este novo posicionamento e uma nova imagem, o MEO é mais do que nunca sinónimo de uma experiência de comunicação convergente única.

Traduzindo um universo de convergência também único, com uma linguagem universal que ultrapassa fronteiras e atrai diferentes culturas, gostos, idades e sexos, a música é assim a partir de hoje um dos pilares da estratégia de comunicação do novo MEO que, no passado dia 11 de janeiro, nasceu consubstanciado no pacote M4O, o primeiro serviço quadruple play em Portugal. Incluindo televisão, internet, telefone e telemóvel com voz e SMS ilimitados para todas as redes móveis e com acesso à internet móvel, o MEO disponibiliza uma oferta global para todas as famílias portuguesas. Porque simboliza uma nova vida para todos os portugueses, o novo MEO inaugura a sua associação à música com a apresentação de uma estratégia ancorada nos seguintes vetores: Festival MEO Sudoeste, Rádio MEO Sudoeste, MEO Marés Vivas, MEO Out Jazz, MEO Spot Summer Sessions e Musicbox.

A TMN deixa, assim, de ser a marca da PT associada à música, com o renaming do festival Sudoeste tmn, da Rádio SWtmn e do festival Marés Vivas tmn. A marca A MEO já tinha emprestado o nome ao festival MEO Out Jazz e às festas MEO Spot Summer. Quando à TMN, o seu apoio mantém-se na sala TMN Ao Vivo, situada no Cais do Sodré, em Lisboa.

MEO Sudoeste… é outro Festival

Em 2013, o MEO será o main sponsor do maior festival de verão do país, que passará na sua 17.ª edição a chamar-se MEO Sudoeste e levará à Costa Alentejana um conjunto de ações de ativação de marca que prometem transformar o festival num evento ainda mais forte, ainda mais intenso, ainda mais irreverente. No ano em que se aproxima da maioridade, o MEO Sudoeste afirma este ano a identidade única que o tornou ao longo dos anos num ritual único de início de férias, abstraído da confusão urbana e no epicentro da boa disposição, do convívio, do entretenimento, do ar puro alentejano da Costa Vicentina, do sol, da praia e, claro, com a música como elemento agregador.

O festival, que se realiza entre 3 e 11 de Agosto de 2013, compõe-se em torno de três palcos: Palco MEO, o palco principal, Palco MOCHE Vibrations, para os amantes do reggae, e MOCHE Room, a sala por onde muitos DJs prometem fazer dançar no encerramento de todas as noites. O passe para os 5 dias do MEO Sudoeste incluí descontos para clientes MEO: 30 euros com o plano M4O; 15 euros para os restantes.

Numa campanha de comunicação multi-meios assinada pela Partners, o MEO Sudoeste será retratado não só pelo carisma com que o festival já premiou os festivaleiros de todos os anos, mas como o evento onde diferentes tribos musicais vão conviver e partilhar experiências. Do rock à eletrónica, do reggae ao hip hop, cada género de música tem a sua tribo, uma subcultura informal movida pela afinidade musical e social, com códigos e linguagem próprios. No MEO Sudoeste será o momento e o espaço para o grande encontro entre todas as tribos. Por isso, em 2013, o MEO Sudoeste será outro festival.

Rádio MEO Sudoeste… é outra Música

Com uma presença de nove anos consecutivos no maior festival de verão, a PT assume uma aposta vencedora na música e replica desde 2011 a lógica de atuações dos vários palcos do evento na rádio e que, este ano, com a nova estratégia do MEO para a música, passará a ser a rádio MEO Sudoeste. MEO Sudoeste será, assim, um conceito umbrella que continuará a dar também nome a uma rádio e viverá 365 dias por ano, criando as bases para uma ligação a tempo inteiro entre o MEO, que se associa a este grande festival, e o seu público.

Na programação da rádio MEO Sudoeste muitas são as rubricas semanais que prometem animar os apaixonados pela música, com locução e animação em prime time conduzidas por algumas das vozes mais emblemáticas da rádio, como exemplifica Pedro Dias. A MEO Sudoeste, que pode ser seguida na frequência 100.8, em Lisboa, e na frequência 102.7, no Porto, tem uma nova casa nas redes sociais, com páginas próprias no Facebook e Twitter, onde se abre ao diálogo permanente com a sua audiência.

Mais MEO: de Norte a Sul

Com o objetivo de proporcionar a todos os portugueses a melhor experiência de música, o MEO marcará também em 2013 presença nos eventos que têm vindo a fazer a história mais recente da música em Portugal. A norte, na Praia do Cabedelo, em Vila Nova de Gaia, realiza-se entre 18 e 20 de Julho o festival MEO Marés Vivas. O MEO Out Jazz promete levar um dos estilos musicais mais apreciados aos espaços verdes mais visitados da capital, com a novidade, neste próximo verão, de poder ser acompanhado em direto através do MEO. A sul, as noites de verão algarvias continuam a contar com o MEO Spot Summer Sessions. Na música itinerante, o MEO faz ainda parte das ativações de marca do Super Bock Super Rock e do Sumol Summer Fest, que atraem milhares de festivaleiros todos os anos.

Disponível em multiplataforma, o Musicbox posiciona-se como um dos mais inovadores serviços de música de sempre, podendo ser acedido através de uma única conta na tv, no telemóvel, no tablet e no PC. Permite reproduzir milhões de músicas para ouvir, guardar e partilhar de forma fácil e intuitiva; adicionar novas músicas ao player; navegar fácil e intuitivamente pela grelha de álbuns; guardar música em modo offline; partilhar música e playlists colaborativas nas redes sociais; interagir com outros utilizadores na área pessoal; e efetuar dez downloads mensais.

Previous Jornal sul-africano transforma fotografias famosas em selfies
Next O futuro chegou: Google Glass