Porque não deixamos as redes sociais? Estudo dá umas pistas


Não queremos perder o contacto com os amigos nem a nossa “memória digital”. Estes são os principais motivos que nos levam a não abandonar as redes sociais, de acordo com um recente estudo.

O inquérito online conduzido pela Kaspersky Lab e composto por 8 perguntas, do qual resultaram 4 831 respostas, verificou que 78% dos inquiridos já quis deixar as redes sociais que utiliza, principalmente por considerarem-nas uma perda de tempo ou não quererem ser monitorizados por grandes empresas.

Entre os motivos para não deixar as redes sociais, 62% disse que se apagasse o Facebook, o Instagram ou outra plataforma do género perderia contacto com os amigos; 21% referiu que o principal receio é não conseguir recuperar as suas memórias digitais, como fotografias, se desativarem as suas contas. Já 18% referiu o facto de usar a conta da rede social para aceder a outros serviços online.

Podes ler mais sobre os resultados deste inquérito online da Kaspersky Lab aqui. É evidente que estes estudos valem o que valem, mas parece-nos que as conclusões obtidas fazem sentido a muitos de nós.

Previous Medium despede 50 pessoas e vai procurar novo modelo de negócio
Next Phoenix regressam para o NOS Alive 2017