FF 91: é o carro mais rápido do mundo mas a estrada é ainda longa

O FF 91 foi apresentado durante a CES, em Las Vegas.

Depois de em 2016 ter revelado na CES o FFZero1, um conceito de veículo eléctrico, a já-não-tão misteriosa Faraday Future voltou à maior feira de tecnologia do mundo, desta vez com um automóvel a sério. Chama-se FF 91 e, dizem, é o carro mais rápido do mundo.

A apresentação da Faraday Future na CES 2017, que está a decorrer em Las Vegas, teve um pequeno percalço. Depois de dada a ordem através do sistema que a empresa apelidou de Driverless Valet, o FF 91 não foi capaz de seguir sozinho para parque de estacionamento onde trataria de encontrar um lugar para parquear. Ora esta falha é especialmente relevante, uma vez que o Driverless Valet não é mais que a versão da Faraday Future do Autopilot da Tesla, empresa com a qual a primeira quer concorrer.

Tanto a Tesla como a Faraday Future desenvolvem veículos eléctricos, mas a firma de Elon Musk já tem um par de anos de avanço. O Tesla Model S entra no mesmo segmento de luxo do agora revelado FF 91 e o mais recente Model 3 chegará este ano por 35 mil dólares, tendo já tem centenas de milhares de compradores interessados. A Faraday Future pode não ter a experiência da Tesla, mas o seu primeiro carro é bastante promissor.

O FF 91 é um veículo de luxo, carregado de tecnologia de uma ponta à outra. Para começar, será o primeiro carro do mundo a não precisar de chave, uma vez que as portas abrem mediate a aproximação e identificação dos passageiros. O automóvel terá ainda inteligência para ajustar a posição do banco e outras preferências a cada utilizador, bem como para identificar o seu humor para regular a música, temperatura, cheiro…

O carro conta ainda com várias câmaras, radar e lidar que possibilitam a condução autónoma; por exemplo, o FF 91 conseguirá estacionar sozinho depois de sairmos do carro e poderá ir ao nosso encontro a uma hora pré-definida.

Nem a autonomia nem a potência são pontos fracos do FF 91. A bateria de 130 kWh e será capaz de fazer entre 600 a 700 quilómetros com um único carregamento. Quanto a rapidez, supera a Tesla graças ao seu motor de 783 kW: consegue atingir os dos 0 aos 100 km/h em 2,39 segundos.

Enquanto a Faraday Future tenta construir a sua credibilidade no sector automóvel, está prometida o início da produção do FF 91 nos nos primeiros meses de 2018, sendo que já é possível pré-reservar o veículo por 5 mil dólares. O preço final vai rondar os 180 mil dólares.

Previous Novo BlackBerry é um regresso ao passado
Next Google responde à Apple com o seu Google Assistant na TV