CyanogenMod, a principal alternativa ao Android, chega ao fim


com o lançamento da primeira versão do CyanogenMod em 2009 vai deixar de actualizar o sistema operativo no próximo dia 31 de Dezembro. Serão encerrados todos os serviços do CyanogenMod e parado o desenvolvimento de ROMs para Android, tanto as versões nightlies como as estáveis.

A notícia chegou pouco antes do Natal, através do blogue da Cyanogen, e significa que utilizadores de equipamentos que correm o CyanogenMod, como os OnePlus, não receberam mais actualizações. No entanto, o código-fonte do CyanogenMod permanecerá disponível de forma aberta para qualquer pessoa que queira criar alguma coisa com ele.

A última versão do CyanogenMod – a 14.1 – era baseada no Android Nougat 7.1, a mais recente actualização do sistema operativo da Google, e foi lançada para telemóveis OnePlus 3.

Uma das modificações que o CyanogenMod trazia relativamente ao Android era não ter os serviços da Google, ainda que o utilizador pudesse depois instalá-los. Nesse sentido, a startup, sediada em Palo Alto, estabeleceu uma parceria estratégia com a Microsoft para integrar os serviços desta (Bing, Skype, OneDrive…) na sua plataforma.

Os utilizadores OnePlus têm como alternativa o OxygenOS, um sistema operativo desenvolvido pela fabricante chinesa e também baseado em Android. Ou poderão instalar o LineageOS, quando este sair. De acordo com uma nota no site oficial, o LineageOS será a continuação do CyanogenMod, uma tentativa de aproveitar todo o código já escrito e de manter o projecto vivo, sem intervenção da startup Cyanogen. “O LineageOS será uma continuação do que o CyanogenMod foi”, lê-se. “O facto de uma empresa retirar o suporta de um projecto open-source não significa que ele tenha de morrer.”

Previous Nas celebra uma década de ‘Hip Hop Is Dead’ num mini-documentário
Next Uma ilustradora sul-coreana que explora da diversidade de pesos e formas do corpo