Crocodilos são esfolados vivos no Vietname para fazer malas de luxo


Um vídeo bastante gráfico, partilhado pela People for The Ethical Treatment of Animals (PETA), expõe como marcas de luxo como a Louis Vuitton fabricam os seus produtos usando pele de “dezenas de milhares de crocodilos capturados e violentamente mortos no Vietnam”.

A organização não governamental que desde 1980 se dedica aos direitos dos animais partilhou o vídeo como resultado de uma investigação secreta realizada em duas fábricas que “fornecem peles de crocodilo à empresa-mãe da Louis Vuitton, a LVMH, e a algumas das maiores marcas”, escreve a PETA num site onde explica, imagem a imagem, as diferentes etapas a que os animais são sujeitos

“Por favor, vê o que a compra de malas, cintos e pulseiras de pele de crocodilo podem estar a apoiar e, de seguida, faz algo para parar este abuso”, apela a PETA.

A organização está a recolher assinaturas nesta página.

A PETA já tinha casos semelhantes a este do Vietnam noutros continentes, e a história é sempre a mesma: os animais são expostos a condições severas e são abatidos violentamente. Várias empresas, contudo, já proibiram peles exóticas, incluindo a Adidas, Adolfo Dominguez, Ann Inc, Arcadia Group (proprietária da Topshop), ASOS, Bebe, H&M, L Brands (dona da Victoria’s Secret), Mango, Nike, Nine West, Overstock.com e Puma. O Vietnam exporta cerca de 30 mil peles de crocodilo por ano.

Previous A beleza natural da Gruta de Hang En
Next Descobertas 6 faixas inéditas no antigo Myspace de Tyler The Creator