Bélgica e Países Baixos trocam territórios


Nunca é tarde para definir da maneira mais correcta e pacífica os limites de um país. Foi nesta base que os Países Baixos e a Bélgica estabeleceram um acordo de cedência de terras que entra em vigor em 2018.

Nas décadas de 60, 70 e 80, o rio Meuse, que dividia geograficamente os dois países, sofreu obras de drenagem, levando a uma alteração do curso de água, e consequentemente à criação de enclaves, territórios de um país em espaço estrangeiro. Devido a uma questão física e geográfica, os Países Baixos possuíam território nacional em espaço belga e vice-versa.

belgicapaisesbaixostroca_02

Durante estas décadas de indecisão, aqueles locais, destacados na imagem, constituíram-se em espaços onde proliferaram actividades criminosas como o tráfico de droga, a prostituição e até homicídios com contornos macabros. Sem fiscalização nem patrulhamento, devido às dificuldades de controlo aquático, estas áreas funcionavam como território abandonado e apetecível para actividades fora da lei.

No âmbito da visita dos reis da Bélgica, Filipe e Matilde, aos Países Baixos, as duas nações firmaram um acordo, que nas centenas de anos anteriores, só poderia ser fechado com sangue, batalhas e conflito político. No papel, a Bélgica cede 14 hectares de território ao país vizinho e os Países Baixos doam a chamada península Petit-Gravier, com cerca de 4 hectares de terra. Após a rectificação do acordo, pode dizer-se que os holandeses ficam a ganhar nesta troca, contudo não é essa a conclusão principal a retirar.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros salientou ao jornal holandês AD o facto desta troca ter sido feita de forma pacífica, referindo que “talvez este acontecimento só fosse possível entre os Países Baixos e a Bélgica”. O video seguinte resume de uma forma animada as peripécias históricas e o desenrolar do processo ao longo dos anos, agora com um final harmonioso.

Previous A maior planta solar do mundo nasceu em tempo recorde na Índia
Next Transportes públicos de Paris gratuitos para resolver pico de poluição