O Lenovo Yoga Book é um dos tablets mais inovadores de sempre


Quando se pensa em tablets e inovação, com certeza que a Lenovo não é a primeira marca que te vem à cabeça. Mas esta foi uma das muitas empresas que marcou presença na IFA e chegou muito a atenção graças aos recentes lançamentos. Conhece o Yoga Book, que leva o conceito de tablet para uma nova realidade.

Este é mesmo um dos produtos que mais tem feito correr tinta na IFA pois apresenta um conceito que nunca tinha sido visto antes. Essencialmente, o Lenovo Yoga Book é um 2-em-1, ou seja, o seu ecrã tátil faz com que funcione tanto como um tablet como, graças ao teclado acoplado, transforma o equipamento num laptop.

Mas é no teclado que a grande novidade reside. A Lenovo disse ao The Verge que os seus produtos demoram uma média de nove meses a serem desenvolvidos, mas o Yoga Book e todas as suas funcionalidades obrigaram a uma investigação de cerca de três anos.

lenovo-yoga-book-android-1

O teclado é, também ele, tátil, e funciona tanto com o toque do dedo como com uma stylus (que já vem incluída na caixa e não requer carregamento). A superfície do teclado muda consoante as necessidades do utilizador, pois tão depressa pode aparecer, para a escrita de um texto, como desaparecer, transformando aquela numa superfície para escrever ou desenhar com a caneta.

lenovo-yoga-book-android-3

Existe ainda a possibilidade de colocar uma folha branca por cima da superfície de escrita para que, para além de as notas tiradas pelo utilizadores ficarem registadas na folha, sejam também digitalizadas para o tablet.

lenovo-yoga-book-android-6

A portabilidade é também um dos grandes pontos fortes deste equipamento, já que são prometidas até 12 horas de utilização graças a uma bateria de 8500 mAh. Para além de um ecrã de 10 polegadas Full HD, o Yoga Book tem no eu interior um processador Intel Atom x5, 4GB de RAM e um armazenamento interno de 64 GB, expansível através de microSD.

Quando chegar ao mercado, os interessados poderão escolher entra uma versão com Android, por 499 dólares, por com Windows 10, por mais 50 dólares.

Previous De novo no jogo? Sony lança novo topo-de-gama na IFA com sensor triplo
Next A Alcatel produziu uma câmara 360 mais pequena do que uma bola de ping-pong