Estes são os novos iPhone 7 e 7 Plus. Surpresas? Nenhuma


Surpresa? Praticamente nenhuma. O dia 7 de setembro deste ano serviu para a Apple lançar o tão aclamado iPhone 7… ou novos iPhones. Tim Cook chegou ao palco à boleia de James Corden, numa sátira do já famoso “Carpool Karaoke”, e deu o mote para uma conferência onde se anunciou tudo o que praticamente já se sabia. RIP, headphone jack.

A confirmação da chegada do iPhone 7 foi dada pela própria Apple na sua nova conta do Twitter, ainda enquanto Tim Cook estava em palco a falar dos dados do Apple Music e da App Store. E o primeiro rumor confirmado foi a chegada – ou o regresso – da nova cor preta para o iPhone, cujas alterações no design foram praticamente nulas.

iphone7_02

O iPhone 7 vai então chegar em cinco cores: rosa: dourado, branco, preto claro e preto. Em termos de alterações exteriores, as linhas da antena ficam agora mais discretas nas partes superior e inferior do aparelho, tal como já havia sido visto nas dezenas de mockups dispersas pela internet. Aliás, a grande novidade em termos de design do novo iPhone é até algo que não se vê: a resistência à água.

iphone7_03

O botão Home também recebeu novidades e agora o toque não é mecânico, mas tem sim o taptic engine (semelhante ao teclado do novo Macbook) que personaliza o botão consoante a força do toque.

Mas a grande questão é: a entrada de fones de 3,5 mm morreu? Sim. Para compensar, a Apple incluiu dual speakers no novo iPhone e, na caixa, vai incluir um adaptador para quem não quer abrir mão dos seus EarPods. O que ainda não foi claro é se também vai levar até ao utilizador na caixa os seus novos EarPods, com ligação por lightning.

iphone7_04

No seguimento desta “novidade”, foram também anunciados os Air Pods, que nada mais são do que os típicos EarPods com ligação por Bluetooth (?) e cinco horas de bateria. O preço? qualquer coisa como… 159 dólares.

No interior, o novo menino bonito da Apple traz um processador A10 quad-core – dois eles com capacidade de economizar bateria -, sucedendo ao A9 do iPhone 6S, um GPU 240x mais rápida em relação ao novo iPhone e a bateria “mais longa de sempre num iPhone”, prometendo ainda um brilho 25% superior de ecrã em comparação ao modelo anterior.

iphone7_05

Aquilo que se esperava e que não era nada desejado pelos utilizadores dos modelos mais pequenos do iPhone acabou também por acontecer: a inclusão de uma câmara dupla na parte traseira é uma funcionalidade exclusiva do iPhone 7 Plus, o que vai trazer grandes vantagens especialmente no zoom das fotografias: agora, existe zoom óptico até duas vezes.

A iPhone 7 “normal” traz um sensor de 12 megapíxeis, abertura de f/1.8, e com melhorias consideráveis nos resultados de baixa luminosidade com o flash LED de quatro tons, sendo que agora tem também estabilizador ótico (algo exclusivo do Plus até então). A câmara frontal conta agora com sete megapíxeis.

iphone7_06

Falando em armazenamento interno, a versão de 16 GB foi oficialmente enterrada, passando a estar disponíveis as versões de 32GB, 128GB ou 256 GB a partir de 649 dólares. As pré-vendas arrancam já no próximo dia 9 de setembro, sexta-feira, com as vendas a arrancar no próximo dia 16 com Portugal incluído na lista. Ou seja, seremos um dos primeiros países do mundo a receber os novos iPhones.

Previous Novo Apple Watch traz sensor GPS e resistência à água
Next Linda Martini estreiam curta-metragem no DocLisboa 2016