Acer Predator 21 X: um portátil que requer coragem para carregar na mochila


Tanto os portáteis como os smartphones de hoje em dia procuram oferecer o melhor poder de processamento num corpo o mais fino possível – tome-se como exemplo o Swift 7 ou o Yoga Book, ambos apresentados na IFA. Apesar disso, a Acer não se esquece quem não olha a medidas e mostrou ao mundo aquele poderá vir a ser o “portátil” mais poderoso do mundo.

Chama-se Acer Predator 21 X e provavelmente não é destinado para ti, nem para a grande maioria de pessoas que está a ler isto. Trata-se de um computador portátil que impressiona logo à primeira vista, graças ao seu grande porte e ao ecrã de 21 polegadas (resolução de 2560 x 1080 pixels) curvado, que a marca diz ser o primeiro do mundo com esta caraterística.

Quando dizemos que não é destinado para ti, referimo-nos a duas coisas. Em primeiro, porque esta máquina carrega não uma, mas duas placas de vídeo GTX 1080 com SLI, um processador Intel de 7.ª geração, até 64 GB de memória RAM e quatro discos SSD com um TB cada. Para impedir que tudo isto pegue fogo, existem cinco coolers no interior do Predator 21 X. Tais especificações destinam-se apenas a gamers muito, muito entusiastas, ou então a um editor de vídeo que trabalhe com material em 4K ou em realidade virtual.

acerpredator21xifa16_02

Em segundo lugar, porque chamar este produto de computador “portátil” é relativo. Para além de não caber na esmagadora parte das mochilas, o Predator 21 X pesa qualquer coisa como 8 kg, um peso pouco aconselhável de ser carregado diariamente. Uma outra funcionalidade de destaque é a Tobii, uma série de sensores oculares que te permitem realizar tarefas apenas com os teus olhos em alguns jogos.

Ainda não há data de lançamento para este produto, embora as estimativas apontem para o início de 2017 por um preço extremamente elevado. A PC Advisor diz que só serão produzidas unidades por encomenda.

Previous ‘Action Movie Kid’ ou “o pai que fez do filho um herói de cinema”
Next OpenOffice pode acabar… se ninguém o salvar