Vais poder ter Android Auto no teu carro (mesmo que seja de 98)


Sim, a Google I/O aconteceu já na quarta-feira, mas as novidades anunciadas pela gigante das buscas foram tantas que não tem sido fácil dar seguimento a tudo o que se falou na conferência. Se ainda não tiveste tempo de te pôr a par, fica aqui com mais três novidades daquilo que vai fazer parte do futuro dentro de bem pouco tempo.

Android Auto

Ora vejamos: a Android tem um sistema operativo bastante intuitivo e utilizado por milhões e milhões de pessoas em todo mundo, para além de contar também com o maior sistema de mapas online do planeta. Sendo assim, porque não juntar o útil ao agradável? E assim nasceu o Android Auto. A nova extensão do Android, desenhada e desenvolvida para carros, foi lançada no ano passado e traz este ano algumas actualizações importantes.

androidautoio16_02

Como o próprio nome indica, o Android Autor acaba por funcionar como um sistema operativo para o teu carro. Para além de te mostrar mapas e trajetos no GPS, o Android Auto facilita também o operacionalização de chamadas ou da música que vais a ouvir enquanto conduzes, tudo da forma mais fácil possível para que a atenção desviada da estrada seja a menor possível.

Actualmente, funciona em mais de 100 modelos automóveis existentes no mercado, e está disponível em cerca de 30 países com suporte de voz na respectiva língua. A actualização, anunciada no Google I/O, inclui a app Waze, há muito um pedido dos utilizadores, e também a possibilidade de mexer no sistema operativo usando o comando “okay google”.

androidautoio16_03

Outra grande novidade do Android Auto é a que vai poder ser utilizado sem um carro compatível. Isto é, em breve poderás instalar a app Android Auto no teu telemóvel Android e desfrutar das mesmas funcionalidades, incluindo fazer chamadas ou enviar mensagens por voz ou seguir as indicações do Google Maps numa interface amiga do condutor.

De relembrar: o Android Auto traz 90 dias gratuitos de Google Play Music e para usufruir do serviço é necessário um smartphone Android, com a versão 5.0 ou superior, e também um dos carros ou rádios compatíveis com o serviço. Consulta aqui a lista. Existem milhares de apps Android compatíveis com o sistema Auto, como podes ver aqui.

Android Wear 2.0

Os smartwatches Android também não ficaram esquecidos na conferência e estão prestes a receber aquela que será a maior atualização de sempre. A principal novidade passa por uma maior independência do equipamento em relação aos smartphones, já que, caso o smartwatch possuí uma ligação LTE embutida, deixa de ser necessário ter o smartphone nas proximidades para aceder a apps como o Dropbox, Spotify, Google Drive, entre outros.

androidwear2

Em termos de interface, o Android Wear 2.0 vai ter totalmente renovado, recebendo desde já o Material Design. As watch faces vão poder ser totalmente personalizáveis para poder incluir informações de algumas apps de terceiros. Para além disso, a partir de agora as mensagens que aparecem no ecrã do relógio vão poder ser vistas em full screen e não apenas no canto inferior, às quais vais poder responder com recurso a respostas inteligentes, com mensagens de voz ou – se fores aventureiro para tal – com recurso a um teclado.

Apps do Android nos Chromebooks

As apps são mesmo o principal motivo de atracção de qualquer sistema operativo e, dentro de bem pouco tempo, as aplicações do Android vão passar para o Chrome OS, o sistema operativo presente nos Chromebooks. Esta era uma medida há muito aguardada e pode dar um novo alento aos laptops da Google, que até então não rodavam nada mais do que o Google Chrome e todas as suas extensões.

playstorechromebook

Para veres a lista de Chromebooks compatíveis com esta nova funcionalidade basta consultares este link. A novidade deve chegar ao consumidor final já no Outono deste ano.

Previous Werner Herzog vai dar aulas de cinema na net
Next Assim, sem condutor. Estes podem ser os “ubers” do futuro