Underdogs apresenta “A Pedra e o Charco” de André da Loba


André da Loba convida-te a traçar o teu próprio discurso narrativo, a deixar-te levar pelas possibilidades interpretativas contidas nos elementos da sua obra.

“A pedra e o charco” é uma encenação de múltiplos visuais, convergentes e divergentes, complementares ou opostos, expostos na Galeria Underdogs até dia 18 de junho, de uma forma aberta onde o observador (tu) pode interpretar de forma intuitiva ou ponderada, as suas próprias histórias.

APEDRAEOCHARCO©LuisLobato7

homem-cabeça_UNDERDOGS

Uma exposição que segundo as palavras do autor “propõe multiplas leituras. Uma cidade que se percorre por pequenos grupos, os bairros. Ou por cores, ou por habitantes bizarros ou por passos aleatórios. Ou até dançar. Um princípio de banda desenhada a interrogar os limites da ilustração.“ Acrescenta ainda que o que espera “é que queiram fazer com isto mundos tão estranhos quanto possam. Que quando vierem ver tragam qualquer coisa de inédito e levem uma história irrepetível.”

SOBRE O ARTISTA

André da Loba (1979) é um artista português cujo trabalho tem sido alvo de crescente reconhecimento internacional. Enquanto ilustrador, animador, designer gráfico, escultor e educador, a sua combinação de curiosidade, experiência, conhecimento e desconhecimento serve como suporte constante com o qual cria e se inspira. O seu trabalho é um convite e um desafio para mudar o mundo, seja ele grande ou pequeno. Após ter vivido em Brooklyn, Nova Iorque, mudou-se recentemente para o Porto, onde é secretamente feliz.

Previous Sofar Sounds: a caixa de pandora das sessões intimistas
Next Ken Loach ganha Palme d’Or em Cannes e critica austeridade na Europa