O LG G5 é o início de uma mudança radical no mundo dos telemóveis


LG G5 não é apenas o novo topo-de-gama da LG, mas uma primeira abordagem comercial aos telemóveis modulares. Para já, existem apenas dois módulos capazes de funcionar com o G5, os dois fabricados pela LG: um para quem gosta de música e outro para os que andam sempre a tirar fotos.

O LG G5 não é um telemóvel modular como os dos Project Ara, da Google, nem está lá perto. O Ara é um conceito que ainda precisa de ser trabalhado antes de “atirado” para o mercado, mas acredita-se que no futuro os telemóveis possam ser modulares. Isto será algo em grande. Deixará de ser uma fabricante a decidir as características dos nossos telemóveis e passaremos nós a ter esse poder. Queremos tirar grandes fotos? Tudo bem, basta comprar um módulo de uma boa câmara. Precisamos de uma bateria que dure dias e dias? Também existirá um módulo para isso.

Mas as vantagens dos telemóveis modulares não se esgotam na personalização que podemos fazer dos equipamentos. Se uma componente do telemóvel se avaria, pode ser rapidamente substituída sem ser necessária a substituição de todo o produto.

lgg5modularmwc16_02

No caso do LG G5, os módulos não servem propriamente para alterar as características do equipamento, nem como mecanismo de reparação. São uma extensão das funcionalidades do telemóvel. Os módulos encaixam na parte debaixo do G5. Basta clicar num pequeno botão na lateral para fazer saltar a secção inferior do equipamento, que sai juntamente com a bateria. Depois é encaixar o LG Hi-Fi Plus ou o LG CAM Plus, os dois módulos que a LG desenvolveu.

lgg5modularmwc16_03

lgg5modularmwc16_04

Todo o processo parece frágil, mas não é, dado o cuidado que a LG teve na construção quer do telemóvel, quer dos extras. Na verdade, é até precisa alguma força para separar a bateria da parte debaixo do telemóvel; o mesmo para instalar os módulos.

O LG Hi-Fi Plus é um amplificador externo que permite reprodução de músicas em 32-bit, isto é, com melhor qualidade de som. Quando colocado no LG G5, o telemóvel fica ligeiramente mais longo. O LG Hi-Fi Plus é capaz de processar e recodificar conteúdo de qualquer app que emite som, de músicas do Spotify ou da nossa biblioteca pessoal a clips do YouTube.

lgg5modularmwc16_05

lgg5modularmwc16_06

Já o LG CAM Plus é um módulo de câmara que pode ser instalado no G5 para facilitar a captação de fotos. Inclui botões físicos de para captar ou fazer room, por exemplo; funcionalidades avançadas de foco e exposição; e ainda 1 200 mAh extras de bateria, o que dá mais 6-8 horas de vida ao G5 (no total, é um aumento de 2 800 mAh para 4 000 mAh). O LG CAM Plus não é um módulo tão discreto como o LG Hi-Fi Plus, dado que torna o telemóvel mais espesso e ligeiramente pesado. Contudo, só precisamos de ter o LG CAM Plus instalado se, por exemplo, estivermos em viagem e precisarmos de tirar muitas fotos.

lgg5modularmwc16_07

lgg5modularmwc16_08

A LG apelidou o LG Hi-Fi Plus e a LG CAM Plus de “amigos” do LG G5, mas não estes não foram os únicos “amigos” apresentados em Barcelona. A sul-coreana revelou também o LG 360 VR, uns óculos de realidade virtual, o LG 360 Cam, uma câmara que produz imagens em 360 graus, e o LG Rolling Bot, um robô inteligente desenvolvido para nos facilitar a vida.

mwc16banner

Previous Não há 2 sem 3: fica a conhecer os novos telemóveis da Sony
Next As propostas da Sony para que “deixemos de olhar para baixo”